Dénia.com
Pesquisar um artigo

Opinião Popular Dénia: "Vergonhoso"

01 Julho 2022 - 15: 09

Ontem, na plenária ordinária de junho, assistimos à mais dura indignação desta legislatura. O motivo: o pedido de apoio à Aprosdeco para cobrança do subsídio que lhe é devido, e que já ascende a 423.000€.

Não é a primeira vez que a sessão plenária de Dénia teve que fazer essa moção devido à imensa negligência da Generalitat para com os mais fracos, mas nesta ocasião, testemunhamos o cruzamento de acusações e palavrões entre aqueles que eram parceiros no legislatura anterior (a do Pacte del Castell, a do progressismo na veia, a da tolerância levada ao máximo, a da nova política contra a "velha guarda", graças a Deus!

Sem levar em conta o mais óbvio, que é que o Centro de Dia APROSDECO está no limite de sua força, PSOE e Compromis dedicaram seus discursos a jogar coisas em suas cabeças com um ódio profundo e deixando de lado todo o blá blá blá sobre igualdade, solidariedade, progressismo e outras histórias. O que vimos foi um cruzamento visceral tremendamente triste e infeliz de desqualificações no sentido mais literal de ambas as palavras.

Ver como o prefeito e seu ex-primeiro-tenente se atacaram violentamente e contemplar o quão chateado nosso vereador ficou, com seu ânimo exacerbado como raramente foi visto (e veja que caráter não lhe falta) foi um espetáculo infeliz e impróprio. Os políticos representam todos os cidadãos e isso foi uma pena.

O Prefeito, em vez de garantir que todos os vereadores tivessem a sua vez de falar, sem pestanejar negou ao Sr. Carrió uma vez de responder, demonstrando mais uma vez seu espírito, sua boa índole e sua tolerância com aqueles que não são de sua corda.

E de toda essa luta, mais típica de membros de gangues do que de representantes públicos, as mais afetadas e invisíveis, diluídas entre as lutas internas do Pacte del Botanic e ex Castell, são as famílias que compõem a APROSDECO, porque são elas que estão pagando o preço de seu mal
e aqueles que sofrem as consequências do desmembramento daqueles que se autodenominam grupos de "progresso".

Há um ano nos encontramos nessa mesma situação e já assinamos uma moção por unanimidade que aparentemente tem servido muito pouco, pois é claro que eles nem estão vigiando para que isso não volte a acontecer.

Senhores do PSOE e do Compromis, parem com seus movimentos sujos e dediquem-se a resolver os graves problemas pelos quais a APRODESCO está passando.

2 Comentários
  1. javi diz:

    como ou deniero sinto vergonha dessa situação por besteira há dinheiro para se promover com dinheiro público também o dinheiro não é seu pertence ao povo gerir melhor e pagar e os mais fracos pagam o preço como sempre minha solidariedade com aprosdeco e famílias de tristeza

  2. Marina diz:

    APROSDECO: Asociación sin ánimo de lucro de madres, padres, familiares y tutores de personas con diversidad funcional intelectual que desde el año 1974 apuesta por innovar, impulsar y poner al alcance de las personas con diversidad funcional todos los recursos y apoyos para mejorar su calidad de vida.
    Apenas Caro Prefeito de Denia do Partido Socialista, você deve ser a favor de reivindicar de seu governo na Generalitat Valenciana a dívida que lhe é devida.

    Os senhores da diversidade, os senhores do progressismo, os senhores da igualdade... onde está esse apoio para as pessoas que precisam como um centro para pessoas com necessidades especiais?
    Desculpe-me por interferir, mas como cidadão de Denia, digo-lhe isso; HÁ DINHEIRO PARA BANDEIRAS COLORIDAS EM TODAS AS PREFEITURAS, WEB'S E OUTRAS MATÉRIAS SOCIALISTAS… MAS NÃO HÁ DINHEIRO PARA UM CENTRO DE PESSOAS COM DIVERSIDADE FUNCIONAL? Não querem levantar bandeira... e lembro-lhes que menos falam e mais fazem... que apesar de muito marketing e palavras progressistas... os Denieros QUEREM SOLUÇÕES e GESTÃO, QUE O QUE É DEVIDO SE PAGA, e mais, se possível, em certas e delicadas situações.

    MENOS PROPAGANDA E MAIS A FAZER PARA DENIA E SEUS CIDADÃOS. PAGUE o que deve à APROSDECO; E, já que Ximo Puig veio aqui para a reunião socialista do ano... menos camarão e mais mande o Ministério PAGAR.

    Dívidas no final de maio de 2022.
    5 faturas pendentes, todas para 2022 (janeiro, € 71.839,96; fevereiro, € 84.581,2; março, € 97.502,64; abril, € 76.436,84; e maio, € 93.022,36), que somam uma dívida de € 423.383. A fatura de junho de 2022 deve ser incluído.

    PS: E na opinião pessoal; Deviam pagar a APROSDECO com juros, senhores socialistas e compromis.
    https://www.aprosdeco.com/


37.861
4.442
12.913
2.400