Dénia.com
Pesquisar um artigo

Opinião María Mut (PP): "Uma questão de confiança"

Fevereiro 19 da 2021 - 15: 59

Hoje realizou-se mais uma sessão plenária extraordinária, mais uma para uma mudança, e esta para aprovar os tão esperados Orçamentos para este 2021 de nosso Ilustre.

A equipe do governo de PSOE ele diz que "pretendia" que fossem, como sempre, orçamentos "consensuais". De verdade? Recebemos as informações da comissão (que garanto que não são poucas) antes da sessão plenária com três dias de antecedência e um fim de semana no meio para que possamos estudá-las e dar o seu aval. Ter tempo para que pudéssemos contribuir com ideias é que não coube nos planos deles. A única coisa a concordar, como sempre, palavra de ordem. A menos que eles entendam, concordando que aplaudimos seus agradecimentos e infortúnios.

Mas nós os estudamos, e muito completamente, e há muitas, muitas coisas das quais não gostamos de forma alguma, nem você vai gostar delas assim que as conhecer. Eu digo a você alguns deles:

1.- Impostos e taxas.

Você se lembra que o PP presentó una moción solicitando la rebaja del ICIO, el IBI, el Impuesto de Vehículos y modificaciones en varias tasas como las de reforma / obra para nuevas actividades, la ayuda de 100.000€ a organizaciones sin ánimo de lucro como Cáritas, ¿Ejército de salvación… , entre outras?

Bem, NADA. E se estudarmos isso para o próximo ano. Para o próximo ano? A sério? Este ano é em que todos nós, vizinhos, freelancers, trabalhadores e empresários, estamos a fazer sacrifícios e esforços sobre-humanos sem precedentes a nível económico e pessoal, já que não temos por que esperar. E apoquinar.

Custa tanto baixar certas taxas para ajudar nossos vizinhos e empresários que tanto precisam? Custa tanto assim, pelo menos, considerá-lo? Bem, parece que é difícil para eles. Porque esses descontos não existem ou não são esperados.

2.- Obras e Investimentos.

Vamos gastar 852.00000 milhões de euros em obras de reparação em vários departamentos da Câmara Municipal, a maioria (500.000 mil euros) em urbanismo, contra os 60.000 mil euros que vão ser investidos na Residência Santa Lúcia, que faltam. Ei, o planejamento urbano é muito necessário agora, porque é um departamento que precisa dessa reforma antes de baixar as taxas de novos empresários que fazem a nossa cidade crescer e gerar empregos. Isso está bem. E também é muito bom que sejam feitas antes, na residência dos mais velhos, não acham? Essas são as prioridades?

3.- Instalações desportivas.

Antes de esboçar os orçamentos, perguntamos quanto dinheiro eles iriam investir em reparos em instalações esportivas, incluindo as tão necessárias Burrows que exigíamos há tanto tempo. Bem, já sabemos: 0 euros. Nenhuma coisa. NENHUM.

4.- Orçamentos participativos?

Algumas partes do ano de 2019 ainda estão em execução, há muitas ainda a serem executadas para 2020 e as de 2021 já estão em andamento.Por que se preocupar em propor iniciativas para este ano se as de dois anos atrás ainda não foram executadas?

E tantos outros disparates.

Esta equipe do governo não pretende, nem nunca teve, reduzir taxas e impostos para ajudar os moradores de nossa cidade, ou cancelar a ocupação de vias públicas para ajudar os restauradores, ou fazer investimentos sensatos que realmente melhorem a vida dos cidadãos. Esta equipe de governo não tem intenção de ajudar seus vizinhos nestes tempos difíceis que vivemos. Não lhes importa.

Já tínhamos pouca esperança e pouca confiança nesta equipe do governo. Agora não temos mais nenhum. E para você?

1 Comentário
  1. pimenta diz:

    Vamos lá, não reclame tanto que vocês são todos família. Ambos dão um como o outro, mas a sorte para a vida é deixada para todos. No dia em que chegar a sua vez, você fará o mesmo ou pior, como se nunca tivesse feito algo. Todos primos.


36.867
4.283
11.245
2.150