Dénia.com
Pesquisar um artigo

Os dianenses destacam o valor patrimonial da passa, a promoção da Dénia ligada no cinema e a recuperação da fábrica de Portland

Fevereiro 12 da 2020 - 11: 09

As cidades européias participantes do projeto PART-HER para a avaliação do patrimônio local compartilharam os primeiros resultados em uma conferência realizada na semana passada no município francês de Tours. Dénia apresentou os resultados parciais da pesquisa aberta aos cidadãos e participou de uma mesa redonda sobre boas práticas culturais. O projeto, financiado pela União Europeia, tem como objetivo identificar o patrimônio material e intangível das cidades a partir da participação direta dos cidadãos, que votam e pensam em seu ambiente cultural.

Na reunião de Tours, Dénia apresentou um balanço do trabalho realizado e a coleta de opiniões dos cidadãos, quando ainda faltam alguns meses para encerrar o projeto e as propostas dos cidadãos ainda podem ser enviadas.

Até 31 de janeiro passado, foram recebidas 64 propostas de cidadãos.

Nas pesquisas, foram realizadas 35 citações sobre o patrimônio material: 6 para o cenário urbano (atividades de reabilitação e visibilidade); 12 para edifícios e monumentos; 6 aos museus e 11 à disseminação do patrimônio.

O patrimônio intangível possui 40 referências: 10 a paisagens (principalmente agrícolas e naturais); 9 à gastronomia; 4 a tradições, shows e comemorações; 3 ao patrimônio natural; dois caracteres singulares; 5 à difusão da passa; 4ª difusão do patrimônio intangível; 2 uma reabilitação e proteção da arquitetura de pedra seca; um para a etnologia marinha e outro sobre "Dénia viva".

Como exemplos, na reunião de Tours, três das propostas foram lidas: proteção do patrimônio da passa, promoção do Dénia vinculado ao cinema e recuperação da fábrica de Portland. Em um dos debates sobre boas práticas das cidades na disseminação e proteção de seu patrimônio, o pesquisador Alan Swan apresentou os casos do aprimoramento com sinais do Fortín e do Madina Daniya, a recuperação de artes de pesca e artefatos de o Museu de la Mar, o dia na cozinha da época da contagem de Dénia realizada em 2012 e as visitas guiadas ao programa municipal.

O encontro de Tours, de natureza transnacional, focou-se no patrimônio intangível e é um dos agendados para avaliar o andamento do trabalho local, coletar sugestões das cidades envolvidas e determinar as ações a serem promovidas nos próximos meses. A representação de Dénia foi formada pelo chefe de Arqueologia e Museus, Josep Antoni Gisbert, o pesquisador Alan Swan, o técnico do Escritório de Inovação e Criatividade Enric Gil e Gabriel González, da Universidade de Alicante.

Além de Dénia, a única cidade espanhola do grupo, Parma (Itália), Linkoping (Suécia), Tours (França), Kassel (Alemanha), Konavle (Croácia) e um sétimo parceiro, SERN, participam do projeto PART-HER. um grupo de colaboração transnacional entre populações da região italiana de Emília Romanha e uma associação de cidades e regiões da Suécia, que inclui a capital, Estocolmo.

A apresentação de propostas continuará aberta nos próximos meses e o objetivo é atingir pelo menos cem. O formulário pode ser repetido acessando o seguinte link: https://www.parther.eu/es/se-parte-del-proyecto/

Deixe um comentário

    35.478
    4.104
    8.968
    1.970
    Utilizamos cookies próprios e de terceiros para oferecer publicidade personalizada e coletar dados estatísticos. Se você continuar navegando, consideramos que você aceita nossos política de biscoitos.