Dénia.com
Pesquisar um artigo

A Câmara Municipal de Dénia lança concurso para a elaboração do Plano de Mobilidade Turística Sustentável da cidade

Fevereiro 09 da 2024 - 10: 23

A Câmara Municipal de Dénia continua a avançar no desenvolvimento do Plano de Sustentabilidade do Turismo de Destino (PSTD) da cidade e esta semana aprovou, no Conselho de Governo, o início do processo de concurso para o serviço de assistência técnica à elaboração do Plano de Mobilidade Plano de Turismo Sustentável de Dénia, uma das 13 ações incluídas no Plano.

O PSTD é um programa que tem como objetivo a transformação dos destinos turísticos para um modelo baseado na sustentabilidade ambiental, socioeconómica e territorial, tendo como eixo os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). A execução das ações contempladas será financiada integralmente por fundos Next Generation EU, no âmbito do concurso extraordinário para 2021, com um orçamento total de 3 milhões de euros.

Esta iniciativa incluirá o conjunto de ações que visam implementar formas de deslocação mais sustentáveis ​​(a pé, de bicicleta, partilha de carro, veículos de mobilidade pessoal e transportes públicos) numa cidade; isto é, “de modos de transporte que compatibilizem o crescimento económico sustentável, a coesão social e a defesa do ambiente, garantindo assim uma melhor qualidade de vida aos cidadãos”, como indicam.

Desta forma, pretende-se reduzir o impacto ambiental e o consumo de energia através de obras que são postas a concurso por um orçamento base de 74.463,50 euros (IVA incluído) e que serão realizadas em três fases.

Fases do Plano de Sustentabilidade Turística no Destino

Uma primeira em que serão recolhidos dados e criada uma base informatizada com informação sobre mobilidade, trânsito, rede viária, estacionamento, transportes públicos, de mercadorias e turísticos, entre outros. Com base nesta informação, será realizada uma análise e diagnóstico da situação atual da mobilidade em Dénia.

A segunda fase é a elaboração do Plano de Mobilidade Sustentável, que conterá, pelo menos, estas secções: um programa de planeamento viário e de circulação; alternativas de estacionamento; melhorias e utilização de energias alternativas no transporte público; promoção e melhoria das viagens não motorizadas e medidas para alcançar objetivos de mobilidade sustentável.

A última fase é a implementação do plano. Aqui, a empresa vencedora deve promover e gerir o Plano de Mobilidade Turística Sustentável de Dénia; monitorizar todos os projetos de mobilidade sustentável já existentes ou em fase de lançamento e avaliar a sua execução. O contrato terá duração de 12 meses distribuídos nas anuidades de 2024 e 2025.

5 Comentários
  1. Rolando ARAYA de la Cuadra diz:

    Acho estes temas espectaculares, mas não consideram pessoas com mobilidade reduzida, cadeiras de rodas, não se esqueçam que Dénia tem uma elevada percentagem de idosos, preocupam-se com meios-fios, rampas em restaurantes e casas de banho para cadeiras de rodas... turismo além de Ser um exemplo de meio ambiente deve ser inclusivo…

  2. Luis diz:

    «…O PSTD é um programa que tem como objetivo a transformação dos destinos turísticos para um modelo baseado na sustentabilidade ambiental, socioeconómica e territorial, tendo como eixo os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). A execução das ações contempladas será financiada integralmente por fundos Next Generation EU, no âmbito do concurso extraordinário para 2021, com um orçamento total de 3 milhões de euros...

    Tradução: Vão escrever um suposto plano, para depois distribuir os 3 milhões. O turismo de massa e a sustentabilidade são incompatíveis, com ou sem bicicletas.

  3. Jopelin diz:

    Transporte público em Dénia?
    Por curiosidade, o pessoal bacana da Prefeitura sabe por onde circula.
    Não, e logicamente, não funciona. Uma pena.
    Outra coisa, controlar o desastre da circulação de bicicletas e principalmente das perigosas patinetes elétricas nas calçadas. A melhor mobilidade sustentável é andar com calma nas calçadas

  4. pomba diz:

    Sustentável é andar de bicicleta! Para isso são necessárias mais ciclovias, mantendo as poucas que existem, mais estacionamento para bicicletas e entre elas com possibilidade de recarga para bicicletas elétricas!
    Para quando?????

  5. Pepa diz:

    Alternativas de estacionamento dentro da cidade? Deixe-me duvidar!
    Quanto ao transporte público Denia/Rotes/Marines nem sempre funciona como deveria.


37.861
4.463
12.913
2.700